Fortitudine - Deuses e universos

Pontas Soltas

E08S01

Dionísio chama MIchelangelo para uma pequena reunião para preparar a inauguração da exposição. Antes que tratar dos negócios, ele questiona o escultor o porquê que ele saiu tão apressadamente na vernissage em sua casa. Michelangelo então conta que foi assediado por um outro escultor, bêbado, que tentou beijá-lo á força. Dionísio diz então para que ele descubra o nome do escultor. Michelangelo se propõe a descobrir naquele momento e faz algumas ligações. Ele descobre que era Thomás Alexandre, e que ele já tinha um certo histórico de beber demais e assediar pessoas. Dionísio então diz que nunca mais uma obra desse artista seria exposta naquela cidade. Eles então tratam da exposição. Dionísio diz que eles deveriam organizar um coquetel de pré-estreia, como forma de chamar convidados mais importantes e impulsionar a relevância da exposição. Isso custaria cerca de 2500 reais. Michelangelo então diz que vai tentar conseguir o dinheiro. Ele então liga para Persona, que foi quem o propôs a exposição e quem o apresentou à Dionísio. Após negociar com ele, Persona banca o coquetel. Chegado o dia do coquetel, que seria dali a três dias, Michelangelo estava francamente emocionado com sua primeira exposição. No dado momento, ele faz seu discurso, citando Dionísio e Persona, e consegue tirar da platéia aplausos calorosos. O coquetel foi um sucesso. Houve notícias nos jornais nas páginas culturais e Michelangelo conseguiu uma certa notoriedade quase instantânea.

Michelangelo compra Fama 1

Lawrence trabalha com o pai durante algum tempo para identificar as pessoas certas para fazer com que a praça que ele havia prometido para o velho saísse. Depois de dois almoços ele já havia conhecido as pessoas certas e ele aproveita o prestígio da empreiteira para influenciar os funcionários. Ele consegue que a papelada se resolva e a praça será construída.

Tempos depois, Caronte liga para Michelangelo dizendo que De la Mancha solicita sua ajuda. Caronte explica rapidamente que De la Mancha procura um Artefato e crê ter achado um dos pergaminhos que formam o mapa que levam a esse objeto. Eles deveriam se encontrar no Porto do Mucuripe um pouco antes do nascer do sol. Michelangelo chegou lá e encontrou o Conselheiro e Kalos. De la Mancha explica que é preciso achar 3 pergaminhos para formar o mapa e que ele crê que um deles está no Parque Estadual Marinho da Pedra da Risca do Meio, a 50 minutos à nordeste do porto do Mucuripe, oceano atlântico à dentro. Ele dá a Kalos e Michelangelo o equipamento de mergulho e uma faca militar para cada um. Eles embarcam e saem. Michelangelo nota que o marinheiro que estava pilotando o barco estavam com escoriações recentes e com um olho arroxeado. Ele fica desconfiado e vistoria o barco, mas tudo parece estar em ordem. Ele tenta falar com o marinheiro sem muito sucesso e fala para Kalos de suas suspeitas. Eles chegam ao local e então mergulham. Trinta metros abaixo da superfície, Michelangelo acha uma passagem oculta e eles entram em uma das pedras que emergiam do solo. Eles seguem num túnel até chegar chegarem em uma sala que não era tomada pela água e tinha tochas que iluminavam porcamente o lugar. Kalos aumenta a intensidade do fogo das tochas, deixando o local completamente claro. Eles vêem então um baú, em cima de uma pequena escadaria de 3 degraus, semelhante a um altar, ladeado por duas gárgulas de tubarões humanóides. Michelangelo se aproxima, mas ao pisar na escada as gárgulas fazem barulho, ele então usa magia para criar uma rampa que faça o baú deslizar para ele. Antes que o baú possa deslizar, a gárgula golpeia-o, quase derrubando-o, mas ele se mantém de pé. Kalos ataca a gárgula com eletricidade, mas sem muitos efeitos, Michelangelo então faz o chão ter o menor atrito possível, de modo que o baú escorregue mais rápido. A gárgula continua a atacá-lo e a segunda gárgula passa a brigar com Kalos. Logo que o baú passa do lado de MIchelangelo ele abre-o e pega o pergaminho que tá dentro de uma ampola de vidro. A gárgula então começa a atacá-lo com rabadas, e mesmo machucando-o bastante, ele não cai e corre em direção ao equipamento e a água. Ele coloca só o básico do equipamento e vê que Kalos caiu enquanto lutava com a gárgula, ele faz então uma mão surgir do chão e levar Kalos até a beira da água. Eles submergem e começam a fugir, mas as gárgulas seguem atrás. Michelangelo faz a água virar uma corrente que os impulsionam, de modo que eles conseguem fugir. Ao emergirem no oceano, o marinheiro dá a mão para ajudar Michelangelo, mas ele toma o pergaminho de sua mão e corre para o leme. Michelangelo vai para o motor do barco e lança um feitiço para que o motor não funcione como deveria. Nesse meio tempo Kalos sobe no barco e começa a brigar com o marinheiro e quando Michelangelo consegue enfim subir, Kalos nocauteia o homem.

Próximos acontecimentos sobre Lawrence acontecem cerca de dois meses depois do narrado acima.

Lawrence segue aprendiz de Baruc, aumentando sua compreensão sobre o arcano Espírito. Baruc então lhe telefona dizendo que precisa de sua ajuda, ao chegar lá, ele nota que o velho está estressado, com os cabelos desgrenhados e com cara de quem não dorme há uma ou duas noites. Ele lhe explica que um espírito roubou a alma de um lobisomem, Espreita no Escuro, um irraka que estava agindo como batedor numa incursão na Hisil. Ele precisa descobrir que espírito foi esse. Baruc então instrui-o a buscar o espírito-carcará, que é um espírito sábio que observa as coisas basicamente sem se intrometer. E dá a ele um tálem, um prumo que serve para ajudar a procurar o que quer que seja, bastando ser levado durante a procura e ser ativado posteriormente, entretanto ele só funciona uma vez. Lawrence então vai até o local que acharam o corpo sem alma de Espreita no Escuro e começa suas buscas. Ele consegue avanços bons no início, mas horas depois a busca parece ficar mais dífícil. Quatro horas e quinze minutos, já um pouco cansado, ele consegue achar o espírito-carcará. Eles então travam um conflitos de enigmas, o qual Lawrence vence após quatro enigmas. O espírito conta então que um Acamoth, um espírito do abismo, roubou a alma. Lawrence volta e conta a Baruc o que descobriu. O Hierarca parece ficar ainda mais estressado e diz a Lawrence que ele parou ali. Não seria mais o Hierarca. Lawrence tenta questioná-lo porque aquele medo, ao passo que Baruc lhe responde rudemente que não se trata de medo, ele já não tem saco para levar o cargo e Hierarca e precisava fazer algo para recuperar a alma de Espreita no Escuro e que não poderia fazer isso ele mesmo se continuasse sendo Hierarca. Ele liga para De la Mancha e vai embora. Lawrence recebe momentos depois uma convocação para uma Assembléia extraordinária no dia seguinte.

Lawrence vai à Casa de Saber para pesquisar sobre os Acamoth e descobre que eles são espíritos provenientes do Abismo, mas que só podem voltar para lá através dos planos astrais de um mago, então eles procuram um mago que aceite voluntariamente a permitir o acesso do espírito aos seus planos astrais em troca de poderes especiais e/ou conhecimentos secretos. Usualmente essa era uma forma de corromper o mago muito rapidamente.

Lawrence então volta à seu Oratório e prepara-se para o ritual para acordar o espírito do oratório. Ele começa ao rito e leva cerca de 9 horas para conseguir terminá-lo. O espírito do oratório desperta no bonsai do jardim externo. Cansado, ele vai deitar-se, mas alguém bate a sua porta. Ele atende e é o velho para o qual conseguiu a praça. Ele diz que está feliz pela praça e que o aprecia, mas que ele está de olho em tudo e que nada acontece naquela cidade sem que ele saiba. Antes que Lawrence pudesse reagir, ele vai embora.

Kayrus acaba de chegar em Fortaleza, após vir do interior. Ele estava então pelos bares próximos ao Centro Dragão do Mar quando uma mulher se oferece para sentar com ele. Ela está claramente dando em cima dele, mas ele não se deixa levar à princípio, mas ela então fita-o e diz que eles devem ir dali agora para um motel. Kayrus sentem-se sobrenaturalmente compelido a ir, mesmo pressentido que ele estava sendo manipulado. Eles até chegaram a um motel decaído, mas à porta, Kayrus sugere que eles fossem para sua casa. A mulher cede e eles pegam um táxi. Ao entrarem na casa de Kayrus, a mulher beija-o calorosamente e eles começam a se pegar. Até que ela crave suas presas em seu pescoço e com uma força de vontade extrema, Kayrus a afaste. Ela então avança sobre ele e ele tenta rechaçar, ele grita por seu cachorro, que avança sobre ela e morde-a no braço, ocupando-a tempo o bastante para que Kayrus pegue uma cadeira e quebre sobre ela. Quando ela consegue enfim se soltar do cachorro, Kayrus estava preparando-se para empalá-la com a perna da cadeira e ele consegue cravar a perna da cadeira em seu coração. Após isso, Kayrus queima a vampira.

Mavros começa a investigar sobre Hélio Crisóstomo. Descobre que el chegou na cidade há dois anos e que é um empresário com uma estratégia agressiva, trabalhando em diversas frentes. Por indicação de De la Mancha, ele vai visitar um senhor de idade que mora atrás do São Luis da Avenida Pontes Viera. Conhecido como Cidade. O velho esclarece para ele que não pode falar muito sobre Hélio, pois ele só sabe alguma coisa depois que ele chegou à cidade. Cidade conta à Mavros que os empresários não gostam de trabalhar com Hélio, mas o fazem por necessidade ou obrigação. Saindo da casa de Cidade, Mavros nota que está sendo seguido. Ele finge fazer uma ligação e quando o homem estava passando por ele, ele tenta imobilizar Mavros. Sem sucesso, Mavros inverte a manobra e imobiliza ele, que consegue sair. Mavros tenta submetê-lo de novo e consegue, colocando-o contra a parede e intimidando-o. O homem conta que o está seguindo desde que saiu de casa e que Apolo que apressar Mavros para conseguir as ações de Afonso Braga. Mavros então deixa-o ir e telefona para Apolo, dizendo-o que pare de enviar esses peixes pequenos. Após uma discussão, Apolo diz que não precisa de Mavros e que ninguém o enrola assim. Ele sugere que seja cuidadoso em suas saídas. MAvros telefona para Afonso avisando-o que ainda não conseguiu resolver o problema e que ele deve ser bastante cauteloso nos próximos dias.

Após três dias de pesquisa árdua, Mavros descobre que Hélio nasceu em Ouro Preto, se formou pela UFMG e atuou em algumas empresas em Minas Gerais antes de vir para Fortaleza.

Experiência

Michelangelo
12pts | 0pts Arcana
Gastos: Fama 1 (-2pts), Socialização 3 (- 15pts), Expressão 2 (-6pts) = (-23pts)
Total: 15pts | 2pts arcana

Lawrence
6pts | 5pts Arcana
Gastos: Espírito 4 (-28pts)
Total: 11pts | 11pts Arcana

Kayrus
7pts | 2pts Arcana
Total: 7pts | 2pts Arcana

Mavros
7pts | 2pts Arcana
Total: 34pts | 4pts Arcana

Lindomar
3pts |1pts Arcana
Total: 34pts | 3pts Arcana

Ágatha
3pts |1pts Arcana
Total: 46pts | 5pts arcana

Comments

slave_yuri slave_yuri

I'm sorry, but we no longer support this web browser. Please upgrade your browser or install Chrome or Firefox to enjoy the full functionality of this site.