Fortaleza

O ano é 2000. Último do ano do século XX. Último ano do segundo milênio. A cidade de Fortaleza é a quinta maior metrópole do país, no entanto, sua relevância no plano nacional é tímida e sem expressão. Aos olhos da maior parte das pessoas, a terra desposada do sol é apenas um dos tantos recantos do mundo. Ledo engano.

Quando cai a noite…

Quando o sol se põe e a cidade é iluminada pela luz amarelada de sódio dos postes, acende-se um universo quase paralelo ao das pessoas que andam todos os dias nas nossas ruas. O sobrenatural espreita dos cantos menos iluminados e corre por sobre os telhados, sempre ao lado e jamais cara a cara.

A Família
Os primeiros relatos de presença dos Membros nessas terras remontam as invasões holandesas e a construção do Forte Schoonenborch, rebatizado posteriormente como Forte Nossa Senhora da Assunção. No entanto, não se sabe ao certo se ainda restam vampiros daquela época. Anos mais tarde, quando a cidade se sedimentou como pólo importante no comércio e na política, especialmente na Belle Époque, os Membros se concentraram na área do Centro, palco da vida urbana de Fortaleza, naquele tempo. Ainda hoje, o Centro é reduto dos vampiros e suas terras se estendem até parte do Meireles e da Aldeota.

O Povo
A origem dos primeiros Urathas que aqui habitaram é desconhecida, sabe-se, contanto, que em uma certa altura, eles estavam aqui e já havia algum tempo. A população de lobisomens nas terras alencarinas sempre foi discreta e pouco numerosa. Localizados principalmente na região do Parque Ecológico do Cocó e da foz do rio Ceará, somente nos últimos anos os Urathas tem saído dessas regiões iminentemente verdes para adentrar territórios da cidade. Atualmente, há alcatéias que reivindicam como seus territórios do São João do Tauape e do Papicu.

Os Despertos
Ao contrário dos Urathas e dos Membros, os Despertos tiveram uma chegada muito marcante em Fortaleza e sua presença desde então é fator decisivo na história e nas relações da mesma. Estávamos no último quarto do século XIX. Influenciados por pensamentos de liberdade e dignidade humana, os magos estiveram envolvidos em grandes acontecimentos como a Abolição da Escravatura em 1883 e em movimentos culturais como a Padaria Espiritual e a criação da Academia Cearense de Letras. Atualmente os Despertos tem um papel característico dentro da cidade, são uma espécie de mediadores de conflitos e guardiões da concórdia. Embora não reivindiquem um território delimitado como os outros, os magos estão concentrados sobretudo em uma parte da Aldeota e do Meireles e em bairros como Dionísio Torres, Guararapes e Edson Queiroz.

Fortaleza

Fortitudine - Deuses e universos slave_yuri slave_yuri